fbpx

“O clamor da natureza…”

Mês passado tivemos o Dia da Árvore, como claro, fosse necessário um determinado Dia para que se exaltasse das coisas mais importantes e significativas da natureza e por consequência da vida.

Passou do tempo de cuidarmos da natureza com mais atenção e acima de tudo proteção.

Que tipo de valor damos à água potável?

De que forma preservamos matas, florestas e espaços arborizados por menores que sejam?

De que maneira a poluição do ar, mares e rios tem impactado diretamente nossos dias?

Cada vez mais preocupante, tudo que se refere às consequências do progresso com a ação direta do homem danosa ao meio ambiente, tem gerado mais e mais discussões.

Felizmente.

Estaríamos chegando ao limite do razoável no trato que temos dado ao espaço comum que vivemos?

Estariam dissociados o crescimento de uma sociedade aos cuidados mais que necessários a serem feitos no sentido da preservação e do bom proveito e usufruto da Terra por parte das futuras gerações?

E as perguntas e questionamentos se multiplicam…

Porém continua incrível o certo descaso que ainda tratamos de um assunto tão importante e vital à vida.

Um alento a respeito desse assunto tem sido a forma como ele tem ocupado as salas de aulas das gerações mais novas e como algumas empresas tratam os resíduos das suas produções de maneiras mais sustentáveis.

Basicamente tudo que se imagina de transformações necessárias à preservação da espécie humana partem da conscientização das novas gerações.

Se envolvidos e acostumados desde cedo ao assunto, discutindo e se aprofundando de forma a ganhar cada vez mais consciência sobre essa questão, as crianças fazem parte do público adequado a tratá-lo de maneira consistente.

Geralmente ávidos por novidades e descobertas, as crianças acabam comprando a ideia da necessidade dos cuidados com o ambiente, tornando-se dessa forma aqueles que empunharão as bandeiras dos novos tempos baseados nos cuidados extremos dedicados à natureza.

Outro aspecto que nos causa um pouco mais de confiança em dias possivelmente melhores com relação aos cuidados com ambiente, são as medidas que algumas empresas têm tomado nesse sentido.

Passou a fazer parte do portfólio de algumas Cias. a maneira como ela, sem afetar diretamente a qualidade daquilo que produz, consegue minimizar os danos causados ao espaço que estão instalados e vivem as comunidades próximas.

Garrafas PET que são transformadas em novas garrafas ou que acabam reutilizadas de outras maneiras, latas de alumínio, papelão e todo um universo de descarte antes inconsciente e agora retomam a vida das formas mais diferentes e imagináveis.

Cabe aqui uma citação especial a Individual e a sua nova coleção “Bringing Balance”, com o jeans que valoriza uma moda sustentável através de uma produção mais ecológica.

São atitudes assim que nos fazem criar esperança num novo e adequado tempo a cuidar bem mais daquilo que nos dá a vida, a natureza como um todo.

E você, o que tem feito nesse sentido?

Com certeza nenhum de nós vai querer estar sentado em volta de uma mesa com os netos e receber a indagação deles: “você viu tudo isso acontecer e nada fez?”

Façamos então.

@roneyaltieri

Leave a Reply